Entrevista Profª Celia Magalhães - O Observatório do negro - TV Brasil

Capturar

As vidas negras importam: essa é a tradução para um movimento ativista que nasceu lá nos Estados Unidos, contra a violência direcionada à pessoas negras. Nesse mês de novembro, mês da Consciência Negra, o Observatório do Negro da Faculdade Zumbi dos Palmares, está lançando esse movimento aqui no Brasil.

Para falar mais sobre o assunto, estou recebendo aqui no nosso estúdio, a Professora Celia Magalhães, Coordenadora do Observatório do Negro.

Continue Lendo

V SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Aconteceu no dia 18 de novembro o V seminário internacional: educação, conhecimento, diversidade e ações afirmativas que contou com 14 mesas de discussões sobre as mais diversas questões que envolvem a população negra como, trabalho, educação, discriminação, mulher, violência e outros. Ao final do seminário foi instituído um Ato que se considera um ponto inicial de propostas e proposições de pesquisas, mudanças e luta pela igualdade e contra o racismo e qualquer tipo de discriminação.

Continue Lendo

Sensibilização Gênero e Raça

O DATAPREV promoveu nesses dias 03 e 04 um trabalho de combate à discrimação e igualdade de raça e gênero e promoveu em seu espaço palestra e uma exposição com pôsteres desenvolvidos pelos alunos pesquisadores do Observatório do Negro - Faculdade Zumbi dos Palmares. Segue abaixo release do evento e fotos.

Continue Lendo

Seminário Internacional Sobre Liberdade: O Legado de Luiz Gama na Luta pelos Direitos da População Negra Brasileira

Num momento em que o mundo testemunha as mais fortes demonstrações de preconceito e intolerância, o Observatório do Negro da Faculdade Zumbi dos Palmares se lança no desafio de discutir o tema Liberdade. Já em sua quinta edição, o Seminário Internacional Educação, Conhecimento, Diversidade e Ações Afirmativas discutirá o tema “Eu Quero Liberdade: O Legado de Luiz Gama  e a Luta pelos Direitos da População Negra Brasileira, que acontecerá nos dias 17 e 18 de novembro próximo, no Campus Barra Funda da UNINOVE, terá o grande desafio de responder como o ideal de Luiz Gama reverbera na vida de negros no Brasil e no mundo.

Continue Lendo

O que rolou na Semana da Pedagogia

Aconteceu de 17 a 21 de outubro - 19h00min as 22h00min "O negro na sociedade brasileira: Educação, racismo e direitos"
 
Apresentação Nos dias de hoje, encontramos um campo fértil de debates e produções científicas contemplando às questões étnico-raciais e seus desdobramentos. Grandes universidades vêm organizando eventos para fomentar discussões dessa temática e a Faculdade Zumbi dos Palmares, constituindo-se enquanto uma das maiores instituições que busca oportunizar o acesso da população afro-brasileira no ensino superior, não poderia deixar de dar sua contribuição.

Continue Lendo

Fotos da Oficina "Todo Migrante tem direito à informação"

Nos dias 27 de agosto e 03 de setembro aconteceu a oficina: Todo Migrante tem direito à informação promovida por Karina Quintanilha, e é uma proposta em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo – Secretaria dos Direitos Humanos e Centro de Referência de Atendimento ao Imigrante.  Participaram alunos da Faculdade Zumbi dos Palmares que ao final receberam um certificado.  Segue abaixo um resumo da oficina:  

TODO MIGRANTE TEM DIREITO À INFORMAÇÃO  (Projeto selecionado para o 2º Ciclo do Edital Agente de Governo Aberto da Prefeitura de São Paulo) 

Responsável: Karina Quintanilha  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  http://lattes.cnpq.br/6908287238075... 

Continue Lendo

Núcleos de Pesquisa

O prof. Dr. José Vicente, presidente do Observatório, a professora Me. Célia Magalhães de Souza, coordenadora do Observatório tiraram uma foto com os alunos pesquisadores e a assistente Soraia de Jesus.
O Observatório de Negro Art. 1º - Os núcleos de pesquisa, parte integrante do Observatório do Negro, são formados por alunos, professores e/ou pesquisadores convidados, dos diversos cursos da IES, quais sejam:
 

Continue Lendo

FlinkSampa promove concurso audiovisual para estudantes da rede pública de ensino

afrominuto

 

A FlinkSampa – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, que acontecerá entre os dias 18 e 19 de novembro, em São Paulo, também será espaço para o estímulo da produção audiovisual por parte dos alunos da rede pública de ensino em âmbito municipal, estadual e federal. A iniciativa ganhará corpo com a realização do AfroMinuto, que premiará os melhores curtas-metragens feitos pelo celular e produzidos por alunos da Educação Básica e Fundamental e Técnica da Rede Pública de Ensino. As inscrições, gratuitas, estão abertas até 02 de outubro e poderão ser feitas pelo site www.flinksampa.com.br.

Continue Lendo

Encontro da Comissão de Direitos Humanos e Unidade Temática de Juventudes da rede Mercocidades

A palestra teve como objetivo propiciar o encontro de povos imigrantes de países da América do Sul e alunos da Faculdade Zumbi dos Palmares, promover reflexões e discussões sobre os caminhos e desafios percorridos por esses povos, lucidar sobre a legislação vigente e os centros de atendimento a esses povos na cidade de São Paulo e explicar sobre o trabalho desenvolvido na Faculdade Zumbi dos Palmares em relação ao acolhimento, promoção de uma educação de qualidade e ingresso no mundo do trabalho.

Continue Lendo

Mandela Day

O líder sul-africano Nelson Mandela foi um dos mais importantes sujeitos políticos atuantes contra o processo de discriminação instaurado pelo apartheid, na África do Sul, e se tornou um ícone internacional na defesa das causas humanitárias. Nascido em 18 de julho de 1918, na cidade de Transkei, Nelson Rolihlahla Mandela era filho único do casal Henry Mgadla Mandela e Noseki Fanny, que integrava uma antiga família de aristocratas da casa real de Thembu.

Mesmo após ter suas posses e privilégios retirados pela ingerência da Coroa Britânica na região, a família viveu um período de tranquilidade, até quando Henry Mgadla faleceu inesperadamente, em ano de 1927. Com essa reviravolta em sua vida familiar, a mãe de Mandela se viu obrigada a deixar seu unigênito sob os cuidados de Jongintaba Dalindyebo, parente da família que tinha condições de zelar pela vida e a educação de Nelson Mandela.

Continue Lendo

realizacao logo

 

Observatório da População Negra • © Todos os direitos reservados
How to get Coral Bonus full info